Brancaleone Records®

 

Bem... a Brancaleone Records é tudo e nada.
Tudo porque é única e nada porque ser o segundo menor selo independente do mundo a torna única, o que é tudo. Captou?

Não vou ficar aqui tomando seu tempo porque senão você desiste e vai pra outra página, portanto, indo ao que interessa, a Brancaleone Records foi criada pra lançar os CDs do Alex. De quebra, nós andamos produzindo outras coisas, mas como faltou grana, não fomos muito mais adiante.

Eu me chamo Ahmed Al Fatah e sou amigo de longo data do Alex. Resolvi pegar essa página que estava esquecida aqui no site e colocar um pouco dos bastidores de cada projeto que andamos fazendo por aqui. Não é nada oficial e o que você l6e aqui jamais vai ler na imprensa tradicional, o que me leva a lembrar que o press release está desatualizado também. Como tem coisa pra fazer por aqui. Arrumei um trabalho pra vida toda.

 

Catálogo

Catalogue

Esse é um CD para meditação, MAS se você está esperando aqueles CDs que vendem na banca de jornais, pode esquecer. Não é isso o que você vai encontrar aqui.
Você vai encontrar músicas para meditação compostas e gravadas em meditação. Isso nenhum outro selo pode oferecer, apenas na Brancaleone Records.
Este CD abre com duas músicas compostas pelo Alex para serem músicas de meditações guiadas do mestre Carlos Humberto Soares Jr e em seguida você entra na Quantum Suite Meditation. Cinco músicas para te levarem a um estado alterado de consciência sem o uso de nada externo a você. O album começa com duas faixas compostas para os CDs de meditação do Mestre Carlos Humberto. Na sequência a Quantum Meditation Suite, dividida em 5 faixas. Logo depois 3 bonus tracks de músicas que Alex usa ao conduzir as meditações no Espaço Terapia Integral.
Arrisque-se nesse universo que existe dentro de você.

Um conjunto incomum para meditação, te levando a uma viagem pelo seu espaço interior profundo, com sons e amor. Cada faixa tem seu propósito em uma meditação completa, mas você também pode usá-lo apenas para relaxar, para amar, para jogar, para viver.

Por algum tempo eu tenho tentado compor música para meditação, mas nunca Conseguia entrar em meditação para fazê-las, ou estava muito animado e colocava um monte de ritmo, muita percussão e a meditação se transformava em uma dança - o que deixa de ser uma boa ideia, mas não era o que eu queria fazer. Várias canções foram gravadas mas não podia usá-los para meditar, estavam muito animadas. Finalmente consegui ter foco, meditar e o resultado é este projecto: Atmo & Spheres - A Quantum Meditative Suite.

Nós todos somos o ATMO, cercadaos pelas esferas do universo.
Nós somos um, somos ATMO & SPHERES

BR.AS 006

An unusual suite for meditation, leading you into a voyage at your inner deep space, with sounds and love. Each track has its purpose in a full meditation, but you can also use it only for relax, for loving, for playing, for living.

For some time I have tried to compose music for meditation, but never I could go into meditation to do them, or was very excited and put a lot of rhythm, a lot of percussion and meditation turned into a dance - which ceases to be a good idea, but it was not what I wanted to do. Several songs were recorded but could not use them to meditate, were very excited. Finally I got to focus, meditate, and the result is this project: Atmo & Spheres - Quantum Meditative Suite.

We all are the ATMO, surrounded by SPHERES of the Universe.
We are one, we are ATMO & SPHERES

Na Brancaleone Records nunca estamos parados. Estamos sempre pesquisando nossos umbigos, quero dizer, nossos arquivos, e as vezes encontramos obras primas inéditas do cancioneiro instrumental brasileiro. Bom, nós precisávamos fazer a ceia de Natal e tínhamos que lançar alguma coisa antes do fim do ano e eis que fizemos o melhor disco instrumental de todos os tempos. O (único) Duo (de três) gravado ao vivo. Gente, um disco ao vivo, sem edições posteriores, sem disfarces, é coisa pra poucos. Poucos tem a cara de pau suficiente pra lançar uma coisa assim, mas nós, ou melhor, eles, da Brancaleone são capazes de tudo pra colocar um tender na ceia de Natal, portanto, amigos, armem-se de coragem e vão lá na página e aproveitem pra ver que maravilha é esta obra prima. Vocês sabem que ela pode ser encontrada na Amazon, na iTunes e em todo e qualquer lugar... menos nos sites piratas (não sei porque os piratas não tem nenhum interesse em piratear isso, mas é como é), mas se quiserem comprar diretamente também podem falar conosco.

Alex Saba e Beto Frega se reuniram em 2003 pra celebrar sua amizade e sua música. Com a participação especial de Guilherme Brício na flauta e no sax, você pode conferir o resultado no CD A&B Duo Live com Guilherme Brício, onde revisitam vários de seus sucessos nesse formato minimalista.

BR.AS 005

[Order]

Alex Saba and Beto Frega gathered in 2003 to celebrate their friendship and their music. With the special participation of William Brício on flute and sax, you can check the result on the CD A&B Duo Live com Guilhereme Brício where revisit several of his successes in this minimalist format.

O disco do Hora do Rush é muito legal e podia ser lançado em grande estilo, mas mal conseguimos lança-lo pela janela da produtora em um teste de resistência da caixa do CD, o que dirá pra venda comercial. Este CD tem o agravante de ser música instrumental fusion (da melhor qualidade) tocada em pleno "BOOM" do Rock Brasil nos anos 80 (não podia dar mesmo muito certo). Dá uma olhada na página deles porque tem umas histórias bem interessantes. Adiantando aqui, o disco vai ser lançado. A nova capa já está pronta e como o baixista original da banda resurgiu de uma viagem espiritual que ele fez ao Himalaia, com parada para meditação em um mosteiro tibetano em Londres, as coisas começam a andar novamente até mesmo pra banda retornar, se é que isso é possível, mas hoje em dia com os avanços da tecnologia e da espiritualidade tudo é possível. Esse disco traz um show que os quatro fizeram no bar Existe um Lugar e mais uma faixa extra gravada pelo Beto e o Alex com uma participação especial tecnológica do saudoso Júlio Gamarra. Alex fez uma nova capa um pouquinho diferente dessa aqui mas ainda não tive tempo de procurar nas coisas dele pra colocar aqui.

O primeiro CD é Hora Do Rush
- Live at Rain Forest, traz o grupo instrumental em uma das suas apresentações no bar "Existe Um Lugar" no Alto da Boa Vista - RJ, bem no meio da Mata Atlântica. Um disco instrumental, que mistura de jazz, rock, funk e World Music.

BR.AS 000

[Order]

We are proud to presents our first release: Hora Do Rush - Live at Rain Forest, an live recording without overdubings with the beautiful songs from these brazilian group. They play a mix of jazz-rock fusion with bits of funk and World Music.

O Alex é um cara bem tranquilo. Poucas vezes você o vê alterado. Mesmo assim, todo mundo sabe que não gostou nem um pouco do que fizeram com as músicas dele em uma coletânea de música eletrônica lançada lá no Brasil por uma gravadora independente em tiragem limitada ("Graças ao bom Deus!" - repete sempre que alguém lembra disso). Como coisas ruins atrem coisas boas, ele foi convidado pra participar de um album tributo ao escritor Arthur C. Clarke, para o qual ele regravou o tema Also Sprach Zarathustra (ufa!) de Straus (o filho) e com arranjo original de Ravel. Mas Alex pediu desculpas ao Ravel, ao Deodato (que fez uma versão belíssima) e partiu pra luta. Tem que ouvir. Aí ele lembrou que tinha um tributo pro Bob Moog (vc até ouve a voz dele) pro Joe Zawinul e juntou tudo. Mas o que isso tudo tem haver com a tal coletânea? É que nela ele reuniu uns temas em que ele estava brincando exatamente com música eletrônica e deu uma certa ordenada. Certa? Bem, ele trocou o nome das músicas e inventou uma historinha pra justificar a coisa. Parece sério mas não é. A suíte inteira é uma brincadeira só com a música eletronica e a World Music. Mistura temas orientais com batidas dançantes, uma salada que deu incrivelmente certo e até eu gostei.

Electro Suite & Tributes é o mais novo álbum de Alex.
A convite, do também tecladista americano Dale Kay, ele criou uma nova versão para Also Sprach Zarathustra, de Richard Strauss, como parte de um tributo a Arthur C.Clarke. Satisfeito com a performance, resolveu reunir sua Suite Electro com tributos que havia escrito anteriormente (Bob Moog e Joe Zawinul). Este álbum está disponível em uma edição especial de poucas e raras cópias numeradas e assinadas, entretanto todas as músicas estão disponíveis para download.

BR.AS 004

[Order]

Electro Suite & Tributes é o mais novo álbum de Alex.
A convite, do também tecladista americano Dale Kay, ele criou uma nova versão para Also Sprach Zarathustra, de Richard Strauss, como parte de um tributo a Arthur C.Clarke. Satisfeito com a performance, resolveu reunir sua Suite Electro com tributos que havia escrito anteriormente (Bob Moog e Joe Zawinul). Este álbum está disponível em uma edição especial de poucas e raras cópias numeradas e assinadas, entretanto todas as músicas estão disponíveis para download.

Esse projeto aqui demorou mais do que devia e quase do que podia. Acharam até que Alex tinha roubado as idéias do Horácio. Os dois eram amigos (Horácio voltou para Porto Alegre) e tudo era intriga. Pena que não ajudou nas vendas. Foram quase 7 anos (oops, conta de mentiroso) pra ser lançado. Na época que a peça estava em cartaz, a idéia era vender o CD, mas cadê que a produção teve grana? Foi pra lá e pra cá e não se conseguiu nada. Quando ele retomou essa história, resolveu refazer algumas coisas que só funcionavam na peça. Tinha música com 5 minutos de coração batendo. Ninguém merece ficar ouvindo isso em um CD. Aí ele achou legal incluir duas músicas novas que não foram usadas na peça e nem seriam. Rock com dezenas de guitarras. Ficou bem legal, mas as gravadoras estavam em plena crise e embromaram o coitado até ele não poder mais. Resolveu lançar outra vez pela Brancaleone e Som Interior, como o Missa. Como a peça tinha um visual muito forte, incluiu uma trilha de vídeo, com uns trechos filmados em Brasília. Ficou bacana e bem caprichado. A capa então nem se fala, não dá pra descrever, tem que estar com ela nas mãos para entender o significado de Todos os Aspectos.

 SobTodosOsAspectos é a trilha sonora original, da peça de mesmo nome escrita e encenada por Tereza Amoêdo e composta por Alex Saba, que se valeu de vários instrumentos como flautas (bambu e transversa), violões, guitarras e percussões indígenas em um trabalho instrumental experimental.

BRCD 003

[Order]

SobTodosOsAspectos is the original score for the play of yhe same name written by Tereza Amoêdo. Alex Saba composed using many different instruments, as flutes (transversal, bamboo and recorders), acoustic and electric, plus assorted percussion from brazilian indians. An exquisite instrumental experimental work.

Missa Universalis, é um tema universal (frase péssima) e Alex começou a escreve-lo como uma vingança aos que acham que música sacra é chata. Não, não foi isso. Ele acha música sacra chata, porque ou se fala em música clássica (que não é chata) ou no Padre Marcelo Rossi, com aquele pula-pula Sandi Jr insuportável. Tem também uns grupos de igreja que são de doer. Ele então descobriu (ou lembrou) que tinha um monte de gente que fazia coisa legal, como Pierre Henri, Eela Craig, Dave Brubeck, Lalo Chifrin e outros. Pra não ficar pra trás (ele não confessa isso, mas eu acho que é) ele compôs uns temas muito bonitos. O pai dele estava dando a maior força e se divertindo junto com Alex, dando sugestões e tal, mas cruzou o rio antes do trabalho ficar pronto. Aí ele acabou demorando mais um pouco pra sair, mas saiu. As fotos da capa e do encarte são um capítulo à parte e fazem parte de um livro já esgotado sobre os mosteiros do Egito. Muito lindas.

Missa Universalis é a interpretação pessoal de Alex Saba para as diversas partes de uma Missa, conforme o Concílio vaticano II. Com o subtítulo de "Música para uma Missa Mundial" é um convite à meditação.

BRCD 002

[Order]

Missa Universalis is Alex Saba's own vision and interpretation to the sections of a Catholic Mass. Subtitled as "Music for a World Mass" is an invitation to peace and meditation.

Já o Angel's Dream, sucesso absoluto de vendas na Sibéria (não ria, porque é verdade), foi um surto psicótico do Alex, que resolveu lança-lo de qualquer maneira. Naquela época (1996) computador nem pensava em gravar áudio, daí ele bolou um jeito de fazer como ele achava certo. Gravou tudo em MIDI pra dentro do computador e depois colocou pra tocar como play-back, enquanto tocava a guitarra ao vivo. Maluco é pouco. O disco não é lá essas coisas (se ele lê isso me mata) mas é que é muito variado. Tem desde música progressiva daquelas enormes com solos intermináveis de guitarra até bossa nova delicada e singela (instrumental, mas delicada e singela). Tem música clássica, rock, blues, música solo de guitarra sintetizada... será que faltou alguma coisa? Vende bem e o download da faixa Dick Tracy é sucesso no iTunes, portanto eu até posso achar o disco esquisito, pouco coeso, mas a galera gosta e ouve até hoje, portanto quem sou eu pra falar qualquer coisa?

Angel's Dream é o primeiro CD de Alex Saba e contém uma variedade de ritmos e sons, tudo com um forte sotaque progressivo.
Lançado origalmente pela ATB Records agora é distribuído por nós com a ajuda da loja RENAISSANCE.

ATB 004
[Order]

Angel's Dream is Alex Saba's first CD. A great collection of progressive songs. This CD was released by ALL THE BEST RECORDS and is now distributed by us with the help from RENAISSANCE store.

Breve ou nunca  

Soon or never

Esse CD aqui é quase tão pirado quanto o SobTodosOsAspectos. Não que tenha os mesmos temas loucos sobre emoções humanas, mas é que musicar os livros do Tolkien é coisa de doido. Não é trilha de cinema, aquela coisa fácil com imagem pra cá e pra lá. É coisa de muita imaginação. Mas o Alex desanimou quando começou a onda de Senhor dos Anéis por causa do filme. Todo mundo ia ficar comparando e ele achou melhor esperar. O pior é que ainda por cima esse disco tem a participação e estréia da Petit Brancaleone Orkestra e gravar isso lá no Aquilante, com "todo" aquele espaço (in)disponível foi coisa de louco. A agenda dos convidados foi outra piração, mas a maior parte desses ainda não gravou. Tomara que o Alex retome esse treco, porque tem muita música bonita. Vamos ver.

Um projeto ambicioso envolvendo a Petit Orkestra Brancaleone. Vários convidados e o talento de Alex Saba

L.O.T.R.

An ambicious project with the Petit Brancaleone Orkestra and many friends with Alex Saba's talent.

Essa seção aqui já tá criando teia de aranha. O Herdy bancou todo o CD dele no estúdio Usina. Tocou um monte de instrumentos, o Ricardo Calafate participou e ficou muito bacana, mas sabe-se lá porque, ele não lança esse disco. Tem modinha, baião, roquinho e é bem divertido, além de ser um ótimo presente de Natal. Quando ele e a Marion se decidirem, teremos o prazer de passa-lo pra seção superior...

O próximo CD a ser lançado será do produtor associado Herdy. "Música da boa", reggae, funk e rock. Tudo misturado em um mesmo "balaio". Terminando as gravações e logo mostraremos mais dele.

The next CD to be release will be from the associate producer Herdy. "Good music", reggae, funk and rock. A mix of styles in the same bag. We are finishing the recordings and soon we will show you more about it.

O que eu mais gosto aqui é o título e a cara do filho mais velho dele nessa capa, que não é a definitiva. Não posso falar muito do som porque ele não me deixou ouvir. O que eu sei é que as duas faixas que saíram como bônus lá no SobTodosOsAspectos, poderiam estar incluídas aqui, palavras dele. Era pra ser um trabalho mais acústico, mas com o tempo ele foi evoluindo e tá ficando mais pesado, mesmo acústico.

Child In The Mirror
O próximo CD de Alex Saba já está sendo gravado. Você pode ir ao site para saber como está indo tudo.

Child In The Mirror
The next album from Alex Saba is being recorded now. You can go to the site to see how it is going.

Esse aqui é outra vingança dele. Dessa vez implicando com "música pra ver crescer grama". A idéia era um negócio bem etéreo, viajante, mas começou a ficar dançante e nada meditativo. Com algumas modificações, talvez consiga convencer o Alex a repensar esse trabalho, que já se chamou inclusive Atmo Esferas. A grafia não era desse jeito, mas era bem parecida.

From Nowhere To Here é outro projeto no qual Alex tem trabalhado. É composto por músicas para meditação, temas instrumentais para viajarmos no nosso espaço interior.

From Nowhere To Here is a project Alex is working too. It is about meditative music, instrumentals songs for traveling our own inner space.

Os próximos  

Next projects

To quase tirando isso aqui fora, mas... É o seguinte: Alex e mais alguns amigos, bolaram uns projetos bem simples e tranqüilos que poderiam até reverter algum dinheiro pras obras de caridade, mas eles nunca saíram do papel. O primeiro, até tem duas ou três músicas prontas, mas o outro não tem nada, só um monte de papel escrito e igual quantidade de "não". O Música de Rua está sendo executado pelo pessoal do Playing for Change. Os dois projetos não tem qualquer relação, mas são muito parecidos. Como os caras lá tem muito mais grana do que Alex & Cia jamais sonharam, partiram pra fazer a coisa internacionalmente. Quem sabe se algum político não corrupto do Brasil ao ler isso resolva que o projeto valhe à pena e... bem, isso nunca vai acontecer. Mais fácil meu primo que tem um poço de petróleo me deixa-lo como herança. O projeto era bacana.Já o legal do Internet Way é ser feito por uma galera que nunca se encontrou pessoalmente. Alex é bom nisso. O lado engraçado seria (ou será) ouvir Alex cantando músicas do Genesis e Peter Gabriel. Esse aí é um que eu estou fazendo o possível pra acontecer. Sempre que encontro com ele dou uma cutucada. Vamos ver se ele se anima.

Clássicos do rock progressivo! Estamos coletando arquivos MIDI de artistas desconhecidos da WEB aos quais serão acrescentadas as vozes de artistas novos, como Connan, Beth e Alex Saba dentre outros.

Internet Way

 Progressive Rock Classics. We are collecting MIDI files from unknow artists from the WEB. We will add vocals from new artists like Connan, Beth and Alex Saba among others.

Um projeto cultural coordenado por Alex Saba e Herdy. A idéia básica é levar o que há nas ruas das cidades de diversas regiões do Brasil ao grande público, através de CDs, vídeos, livros e exposições.

Música de Rua

Street Music

A cultural project coordenated by Alex Saba and Herdy. The basic idea is to show the artist people of the streets in many differents cities and regions of Brazil to a widder audience with CDs, videos, books and expositions.

 
 

Se você chegou até aqui e me agüentou, poderia fazer a gentileza de deixar alguma coisa escrita? Legal. Vai ser bom ler seu comentário. Olha, você pode clicar nessa flecha doida aí debaixo e mandar um e-mail. Faz como achar melhor. Abraços em todos.

Ahmed
ps: se clicar no meu nome você pode me mandar um email.
É bom ler coisas inteligentes. Tem muito "sem noção" mandando spam.
Escreva algo inteligente e me mande. Conversaremos a respeito.
Prometo! :-)

Livro de visitas LER ou ESCREVER

Guest book  READ or SIGN


send us an email